Sociologia e psicologia

O mundo está chato. E você faz parte disso!

Você certamente viu ou ouviu falar sobre o “tchauzinho” de despedida que a repórter Mariana Godoy fez no final do último debate entre os candidatos a Prefeitura do Rio de Janeiro. No momento, a repórter respondia ao comentário do candidato Marcelo Crivella que disse que o sucesso do debate teria sido fruto da beleza das âncoras. Veja o vídeo abaixo:

Logicamente, o assunto tomou as redes sociais, com opiniões de todos os lados, acirrando ainda mais a disputa pela Prefeitura de uma das cidades mais importe do país. Mas precisamos falar de machismo e feminismo. E o que você tem a ver com isso?

Então, o mundo está chato? Está! Sim, preciso concordar que há muito exagero na cautela com alguns preconceitos seja contra negros, mulher e homossexuais.

Mas vamos cair na real! O mundo precisou ficar chato a partir de percebermos as consequências da zona de conforto da classe dominante e isso reflete na VIDA de muita gente!

Bookmark e Compartilhe

Excêntrico

Existem certas pessoas com hábitos muito particulares as quais chamamos de excêntricas. Elas andam por aí, com suas características bizarras intrigando a todos que encontram. É muito fácil encontrar um: eles geralmente carregam um Nextel, assistem programas com horário marcado na TV, mandam SMS e perguntam pelo orelhão mais próximo. Vai entender…

Termos: ,

Bookmark e Compartilhe

Sabe com quem você está falando?

Termos:

Bookmark e Compartilhe

93% aceitam loira desconhecida em redes sociais

Você aceitaria?

por Cauã Taborda, de INFO Online

SÃO PAULO – Um estudo da empresa de segurança BitDefender mostra que 93,6% dos usuários de redes sociais aceitam pedido de amizade de perfil feminino desconhecido.

A pesquisa consultou 2 mil usuários de todo o mundo (mil homens e mil mulheres) em uma rede social, com a finalidade de avaliar a facilidade com que novos perfis são aceitos nas redes. Um perfil falso, representando uma mulher loira de 21 anos agindo como uma “interlocutora ingênua”, foi aceita por 1.872 pessoas.

Outro dado revelado pela pesquisa mostra que 86% dos usuários que acreditaram no perfil são da área de tecnologia da informação, sendo que 31% deles trabalham em segurança de TI. Entre os motivos dos usuários para a aceitação do perfil estão: ela tem uma cara adorável (53%), um rosto conhecido, mas não me lembro onde nos conhecemos (17%), uma pessoa que trabalha na mesma área (24%), um perfil interessante (6%).

Termos:

Bookmark e Compartilhe

O preconceito

Discriminação

Discriminação

Além da era da informação e do desenvolvimento sustentável, percebo que estamos passando por uma fase de reconhecimento social. Aliás, se levarmos em consideração a história da sociedade, talvez nunca estivemos com essas questões bem resolvidas. Os principais conflitos e revoluções foram motivados pela bandeira do preconceito e da intolerância, onde o mais forte buscou a prevalência das suas ideologias sobre a dos considerados rebeldes, não puros ou inferiores na raça e no desenvolvimento humano.

Talvez nunca alcancemos esse equilíbrio social e estejamos condenados a conviver diante os conflitos entre os que se opõem ao sistema. Mesmo assim, vejo que mal sabemos definir exatamente o que seria “preconceito”. Porém, somente dominamos aquilo que compreendemos. Como dizia Sócratis, o reconhecimento da ignorância, é a base da sabedoria. Hoje em dia nos deparamos com tantos movimentos sociais condenando o tal preconceito que até comecei a pensar que talvez fosse algo muito ruim. Confesso que cheguei a pegar no mastro da bandeira para erguê-la na primeira fila, mas preferi refletir cerca desses novos movimentos e ideologias.

Termos: , ,

Bookmark e Compartilhe

Os erros e acertos do líder paternalista

por Maiara Tortorette

Há pouco tempo, delegar tarefas e cobrar resultados era responsabilidade do chefe “de seção”, temido por uns e inacessível a outros, cargo normalmente ocupado por um funcionário de carreira, assim reconhecido pelos patrões. Hoje, essa figura do passado tornou-se líder de equipe no mundo corporativo; o quadro mudou e esse profissional se tornou peça fundamental junto à equipe de colaboradores, assumindo um relacionamento muito mais direto e eficaz, sendo um real “apoio” em cada área e departamento.

São diversos os perfis de liderança, dentre eles o modelador, o autoritário, o diretivo, o participativo, o visionário, entre outros, e cada um apresenta vantagens e desvantagens para a organização. Alguns com habilidades aguçadas para resultados e metas, outros com incrível facilidade em otimizar o nível de satisfação dos colaboradores. Mas afinal, existe um perfil de liderança ideal?

Termos: ,

Bookmark e Compartilhe

Só uma olhadinha

Luke Pearson

Por Luke Pearson no Bobagento

Termos: ,

Bookmark e Compartilhe

Excesso de informações provocado pelo avanço da tecnologia altera capacidade de concentração

O uso constante da tecnologia muda o comportamento do cérebro e faz informações importantes serem descartadas / Foto: reprodução

SÃO FRANCISCO – Quando um dos mais importantes e-mails da vida de Kord Campbell chegou à sua caixa de mensagens, simplesmente passou despercebido, Não por um ou dois dias, mas por 12 dias. Ele finalmente viu o recado que uma grande companhia estava interessada em comprar um programa que ele havia desenvolvido.

- Meu Deus, como é difícil me perdoar por não ter visto antes um e-mail como este – disse ele em entrevista ao “New York Times“.

O e-mail não foi visto apesar de Campbell estar sempre ligado em duas telas de computador, dormir ao lado de seu iPhone, receber mensagens o tempo inteiro, SMS, participar de chats e ser bombardeado o tempo todo por informações variadas.

Depois de se desculpar pela falha e receber seu US$ 1,3 milhão pelo projeto, Campbell continua sofrendo com o excesso de informações que ele e a maioria das pessoas que vivem o dia a dia contemporâneo recebem. Mesmo depois de desligar as máquinas, ele se esquece de combinados para o jantar e tem dificuldades em focar na sua família. Sua mulher, Brenda, reclama:

- Parece que ele não consegue viver momento algum plenamente.

A superestimulação provoca excitação – e gera a produção de dopamina – que os pesquisadores dizem que pode ser viciante. Na sua ausência, as pessoas sentem-se entediadas

Termos:

Bookmark e Compartilhe

Receba as publicações no seu e-mail

Eventos

  • Nenhum evento encontrado

Arquivo de publicações

Página 1 de 6123456
Não há restrição quanto ao uso e reprodução dos artigos aqui publicados, desde que as fontes e seus respectivos autores sejam preservados. © 2017 Quintal Virtual