Empreendedorismo chega às escolas

por Érica Nacarato

Com um mercado de trabalho cada vez mais competitivo e a crescente demanda por profissionais hábeis e capazes de lidar com o mundo dos negócios, os cursos de empreendedorismo deixaram de ser exclusivos para os empresários e chegaram às salas de aula.

Desde cedo, as crianças aprendem a elaborar um plano de negócios, a avaliar oportunidades, têm noções de propaganda e marketing, fazem pesquisas de preços, desenvolvem um espírito de liderança e aprendem conceitos básicos para tornarem-se futuros empreendedores.

escolainteramericafundamental1Localizada em Goiânia, em Goiás, a Escola Interamérica existe há 13 anos e desde 2006 implantou a disciplina Empreendedorismo no seu currículo, obrigatória para todos os alunos do sexto ao oitavo ano. “Começamos com um
programa voltado para a questão da economia doméstica e da valorização do dinheiro que os alunos recebem, caminhamos com a discussão sobre formulação de metas, em que eles aprendem o que são metas e as traçam como estudantes e pessoas, e depois trabalhamos as habilidades voltadas para a questão da iniciativa, da criatividade e da liderança. Na série seguinte, os alunos têm discussões com os mais variados profissionais do mercado de trabalho, partipam de palestras, visitam empresas e, no nono ano, criam um produto que não agrida o meio ambiente e que seja viável comercialmente. Nosso projeto é bem amplo e ousado”, conta Suelânia Conceição Costa Santos, diretora Pedagógica da Interamérica.

O Colégio Adventista do Campo Limpo, em São Paulo, é outra instituição que discute empreendedorismo com os alunos. O tema foi o escolhido para o Projeto 2009 da escola, em que os alunos do 3º ano do Ensino Médio tiveram palestras e treinamentos com especialistas na área de empreendedorismo, além de vivenciarem a miniempresa, que funcionou como uma empresa real, com presidente, diretor de marketing, diretor de RH, diretor de finanças e funcionários, em que foi escolhido um produto a ser fabricado com material reciclável, no caso, um abajur. “A participação dos alunos foi intensa, pois eram responsáveis por tomadas de decisões, lucros, prejuízos, produção e possíveis problemas existentes em cada setor”, explica Nadir Panegacci, coordenadora pedagógica do ensino fundamental II e ensino médio do Colégio Adventista do Campo Limpo, “eles tiveram uma experiência única nos seguintes aspectos: responsabilidades de atuar como empresário; espírito de liderança e empreendedor, relacionamento intrapessoal; visão clara do mundo dos negócios e espírito de liderança”.

colegioadventistadocampolimpoPara ensinar o que é empreendedorismo para crianças e jovens, as escolas utilizam diversos métodos, como palestras, filmes, seminários, entrevistas, visitas a empresas, treinamentos com especialistas e criação de organizações fictícias, tornando o assunto o mais didático possível. Na Escola Interamérica, por exemplo, as aulas sobre o tema são movidas por discussões, tornado-as mais dinâmicas e diferenciadas da rotina de sala de aula.

O resultado disso tudo é a formação de alunos mais responsáveis, com espírito de liderança e preparados emocionalmente para lidar com o seu futuro profissional. Além de se tornarem pessoas mais preocupadas com os seus gastos e com o modo que a renda familiar é usada. “Ensinar empreendedorismo oferece uma experiência prática para os alunos e um crescimento em aspectos imprescindíveis para o mercado de trabalho. Desperta o espírito empreendedor nos jovens e proporciona uma visão clara do mundo dos negócios bem como a experiência prática em economia e negócios e na organização operacional de uma empresa”, explica Nadir.

Dificuldades

escolainteramericafundamentalEntretanto, ensinar empreendedorismo não é uma tarefa fácil. Apesar de ser um termo atual, não há um profissional com formação específica na área, o que dificulta encontrar um professor para ministrar o tema nas salas de aula. A saída é a própria escola formar esses professores, que podem ser das áreas de pedagogia, recursos humanos ou administração de empresas, ou profissionais interessados participarem de cursos de capacitação em empreendedorismo para professores. O Sebrae-SP, por exemplo, iniciou em agosto o Programa Educar para o Futuro, com o objetivo principal de divulgar e multiplicar a cultura empreendedora entre alunos desde o ensino fundamental até o universitário, tendo como público-alvo professores, secretários de educação e diretores de escola.

Vale ressaltar que o enfoque do empreendedorismo ensinado nas escolas não é apenas em defesa do capital, muito menos exaltando a competição e o sucesso a qualquer custo. As instituições trabalham o tema ligando-o aos valores éticos e buscando formar pessoas e futuros profissionais mais preparados para o mercado de trabalho, mostrando que existe tanto o empreendedor dono como o empreendedor funcionário, ou seja, aquele que tem traçado o seu objetivo profissional dentro de uma corporação.

Fonte: Catho – Carreira e Sucesso

Publicações relacionadas

Postado por Rodrigo Seco em 02/09/2009
Bookmark e Compartilhe

3 Comentários to Empreendedorismo chega às escolas

  1. Senhores, me chamo Adilson e sou formando do curso de Administração. Minha monografia tem como tema “O Ensino do Empreendedorismo nas escolas de base”.
    Gostaria de obter maiores informações sobre tal projeto, assim como os resultados.

    Se puderem me enviar algum material que possa enriquecer o meu trabalho, ficarei extremamente grato.

    Desde já agradeço

    Adilson
    Formado em Letras
    Formando em Administração
    adilson_gestor@yahoo.com.br

  2. Adilson J. Silva em 02/12/2009
  3. Compras Coletivas – O necessário é poder contar com uma empresa de desenvolvimento que lhe garanta bom prazo e uma consultoria experiente. E se o preço for bom, fica perfeito! Tivemos ótimos resultados com a Industria Virtual (www.industriavirtual.com.br). Eles já fizeram muitos sites de sucesso.

  4. vanuza em 17/06/2011
  5. Estamos realizando um projeto com os alunos de fundamental II, tema empreendedorismo. Gostaria de ilustra-lo mais concretamente .Agradeço se indicar materiaiss, videos ,etc.
    Grata
    Rosemeire

  6. Instituo de ensino Portinari em 21/09/2012

Deixe um comentário

Receba as publicações no seu e-mail

Eventos

  • Nenhum evento encontrado

Arquivo de publicações

Não há restrição quanto ao uso e reprodução dos artigos aqui publicados, desde que as fontes e seus respectivos autores sejam preservados. © 2017 Quintal Virtual