Qual o custo da tinta de impressora?

Estudo do preço das tintas

Estudo do preço das tintas

Hoje recebi um e-mail bastante curioso. Não sou muito adepto a correntes, mas tenho que admitir que talvez seja um dos melhores meios de comunicação em massa dessa década. Não temos como negar que boa parte das mensagens que recebemos é dispensável, mas algumas merecem a nossa atenção e reflexão, tal como a relação do preço da tinta de impressora levando em consideração a quantidade de referência universal – o litro.

Em primeiro lugar, tenham muito cuidado com as informações expostas nessas mensagens. Muitos desses e-mails reúnem um percentual considerável de informações oportunistas, desconsiderando inúmeros fatores que podem justificar a realidade contestada. Por esse motivo, não irei transcrever o conteúdo exato do e-mail, mas considerar suas informações e refletir sobre o assunto.

O valor da impressão

O valor da impressão

O e-mail sugere que a tinta da impressora pode custar cerca de R$13.500 por litro. Em um primeiro momento, podemos considerar que essa constatação inicial nos deixa perplexo e com sentimento de estarmos sendo fortemente lesados pelo mercado de impressoras. Para completar a sua análise, o autor sugere alguns produtos que poderíamos comprar com esse valor tal como gramas de ouro, TVs de plasma, dezenas de impressoras e alguns notebooks.

Para ser sincero, o e-mail é bastante claro e os cálculos estão corretos. De certa forma, podemos considerar esse valor para o preço do litro da tinta de impressora. Mesmo assim, resolvi fazer os meus próprios cálculos e chegar a um número mais preciso e comparativo. Mas, como é de costume no Quintal, a conclusão fica com cada um dos leitores.

Cartucho HP

Cartucho HP

Para simplificar, vou considerar os cartuchos, mais baratos oferecido pela Americanas.com, de tinta preta das impressoras HP e Epson. Vou utilizar essas marcas por algumas questões bastante objetivas. Além de serem consideradas líderes no mercado de impressoras, possuem preferências distintas na disposição da cabeça de impressão. Enquanto a Epson mantém a cabeça de impressão na impressora (na maioria dos casos), a HP incorpora essa tecnologia no próprio cartucho. O que, em parte, justificaria um preço mais elevado dos cartuchos da HP. Essas preferências trazem prós em contras para cada uma, mas vamos nos concentrar somente aos preços de cada uma.

Cartucho Epson

Cartucho Epson

No lado da Epson, vamos utilizar o cartucho de numeração T117120, que possui 5ml, atende as impressoras de marca Stylus T23 e TX105 e está sendo vendida a R$21,90. Já a HP de numeração CC640WB tem 4ml de tinta, atende as impressoras D2530, D2545, D2560, F4240, F4280 e está sendo vendida a R$44,90.

Para o estudo permanecer fiel ao e-mail, vamos desconsiderar toda a tecnologia que as empresas afirmam agregar as tintas originais e aos custos dos cartuchos em si. De qualquer forma, sabemos que, por agregar a cabeça de impressão, os cartuchos da HP são logicamente os mais caros, comparando com impressoras do mesmo nível das concorrentes.

Sendo assim, para reunir 1 litro de tinta preta Epson, teríamos que comprar 200 cartuchos. Para isso, teríamos que desembolsar a quantia de R$4.380,00. Sendo cartuchos HP, gastaríamos R$11.225,00. Para chegar aos aproximados R$13.500, o exemplo do e-mail sugere s cartuchos Lexmark 26 de 5,5ml sendo vendido a R$75,00 cada. Não encontrei referência sobre sua capacidade, mas preços bem superiores para esse mesmo cartucho, o que elevaria ainda mais esse valor final pelo litro.

Mesmo que consideremos somente as tintas e desprezemos os cartuchos, não há como acreditar que o preço aplicado, em sua grande maioria, não seja baseado na estrutura do cartucho e sua embalagem. Assim, por mais que o e-mail tenha boas intenções de apontar os altos custos na manutenção das impressoras disponíveis, os argumentos são insuficientes. Seria muito bom se esses cartuchos fossem retornáveis como a cerveja e os refrigerantes com recipientes de vidro. Mesmo assim, ficamos com a dúvida do real preço da tinta utilizada pelas impressoras.

Cascos retornáveis

Cascos retornáveis

Além dos chamados genéricos, temos a opção da recarga. Quando realizo uma recarga, geralmente gasto R$10,00 por cartucho. Nessa operação, pagamos apenas pela tinta. Mesmo assim, o produto não tem a mesma qualidade da original e para efetuar a recarga, danificamos o cartucho. Por esse motivo, a vida útil do cartucho fica limitada e com um consumo bastante superior, o que, algumas vezes, não compensa, dependendo do trabalho que se deseja realizar.

Máquina de recarga

Máquina de recarga

Eu tenho a sorte de possuir uma impressora antiga de boa qualidade. O cartucho preto da impressora HP Deskjet 840C chega a armazenar 14ml de tinta. O valor desse cartucho é cerca de R$ 50,00, o que proporcionalmente sai bem mais em conta do que as opções do mesmo nível disponíveis no mercado. Já quando opto em recarregar o cartucho, pago mais ou menos R$ 10,00 pelo serviço. Com isso, posso considerar que, nessa opção, a tinta sai por cerca de R$714,00 o litro. Isso considerando os 14 ml de capacidade. Para opção de recarga, considerando o mesmo valor do serviço e os cartuchos de 5 ml, esse valor pode chegar a R$2000,00.

Equipamento simples de recarga

Equipamento simples de recarga

Ainda que nunca tenha optado por fazer a minha própria recarga, conheço pessoas que compram 100 ml de tinta por cerca de R$13,00 e fazem a sua própria recarga. Nessa opção, o litro da tinta sai por R$130,00. Esses valores estão bem mais próximos da realidade e compatíveis com o valor do litro de tinta à base de óleo. Nessa opção, o mercado disponibiliza inúmeros equipamentos, dos mais simples ao mais complexo, para recarga. Além de ser possível comprar os cartuchos vazios das impressoras. Pode ser uma ótima opção para quem faz muito uso da impressora sem a necessidade de alta qualidade.

Por fim, podemos concluir que dependendo da opção de manutenção e da frequência de uso, o custo do litro da tinta de impressora pode variar dos astronômicos R$ 13.500,00 aos R$150,00. De qualquer forma, esses valores são meramente ilustrativos e variam muito de acordo com a impressora e a capacidade de armazenamento de tinta dos seus cartuchos. Também, nem sempre é válida a afirmativa que a melhor opção é fazer a sua própria recarga. Além da qualidade da tinta ser inferior, o consumo de um cartucho recarregado é muito superior e a impressão muitas vezes borrada.

Variedade de impressoras

Variedade de impressoras

Caso o usuário deseje impressões de alto nível, talvez seja recomendado optar por um cartucho original. A mesma recomendação pode ser feita para usuários que fazem pouco uso da impressora. O custo agregado será absorvido pelos meses de utilização. Há casos em que famílias ficam até seis meses sem a necessidade de recarga. Nesse caso, levariam anos para completar o litro e, talvez, nesse período a impressora sequer seria a mesma. Também pode ser bastante útil mesclar as opções de acordo com a necessidade de cada utilização e conveniência.

No mais, mesmo condenável no todo, há uma informação nesse e-mail que vale a pena considerar. É bastante tendenciosa e oportunista a diminuição do preço das impressoras no mercado. Com a capacidade cada vez menor dos seus cartuchos, o consumidor fica refém de uma recarga cada vez mais constante e cara. Assim, dependendo do uso, talvez não valesse a pena optar pela impressora mais barata. Quando o foco é uma utilização moderada, para se obter melhor rendimento e menor custo com a manutenção, talvez seja melhor considerar impressoras mais robustas. A HP, por exemplo, disponibiliza impressoras que portam cartuchos que chegam a armazenar 65 ml de tinta. Considerando que o preço desses cartuchos chega ao máximo ao triplo do valor de um convencional de 5 ml, sua capacidade de doze vezes maior diminuiria consideravelmente o custo da manutenção. Essa informação vale para todas as marcas e modelos.

Variedade de cartuchos

Variedade de cartuchos

Quanto aos preços “abusivos” alertado pelo e-mail aplicados as tintas de impressoras, acredito que não há qualquer novidade. Por exemplo, poderíamos considerar uma simples caneta. Uma caneta comum custa cerca de R$1,00 e tem 1,5ml de tinta cada. Na mesma lógica, bem antes da existência da impressora, já estaríamos pagando mais de R$650,00 pelo litro da tinta de caneta esferográfica.

Quanto as impressoras, a recomendação é ficar atento com as especificações de cada uma e seus cartuchos, além de procurar adequar ao máximo com a utilização desejada. Opte por cartuchos com capacidade de armazenamento e consumo adequado a frequência de utilização e com opções recargas que utilizam tintas que atendam a necessidade da qualidade das suas impressões.

Veja também:
O que custa R$6000/Litro e não é para beber? Tinta de impressora
Tinta de impressora: mais caro que sangue humano
Impressora substitui cartuchos por tinta sólida

Publicações relacionadas

Postado por Rodrigo Seco em 04/01/2010
Bookmark e Compartilhe

3 Comentários to Qual o custo da tinta de impressora?

  1. Realmente é um líquido muito caro. Um absurdo! Mas a esse preço se atribui a tecnologia e o cartucho em si. Mesmo assim é caro, mas existem pessoas (nós), que precisam disso e pagam por isso. Enfim.. imprimam menos coisas e poupem seu dinheiro e ajudem a poluir menos.

  2. Leo em 04/01/2010
  3. Parabéns pelo artigo! Ficou claro e objetivo. Quanto às informações, concordo com o comentário anterior: imprimam menos, poupem seu dinheiro e o meio ambiente!

  4. Aline em 05/01/2010
  5. gostei muito da sua explanação a respeito das recarga a base de tinta bem explicativa, e sincera porque existe muitos picareta no mercado explorando a quem precisa recarregar eu tenho uma mine grafica gastei muito com recarga hoje porem faço a minha própria recarga simples e barata . como, uso apenas uma siringa de 3ml comprei as tintas a base de oleo para imp. hp estou trabalhando á mas de anos sem problemas vc é uma pessoa sincera pela a sua orientação a qual ninguem gosta de dar que Deus te abençoe e te guarde.

  6. raimundo ferreira dos santos em 19/07/2011

Deixe um comentário

Receba as publicações no seu e-mail

Eventos

  • Nenhum evento encontrado

Arquivo de publicações

Não há restrição quanto ao uso e reprodução dos artigos aqui publicados, desde que as fontes e seus respectivos autores sejam preservados. © 2017 Quintal Virtual